terça-feira, 7 de maio de 2019

Desenhar fluxogramas

Pessoal, segue dica de uma ferramenta on-line, simples e fácil para desenhar fluxogramas e diagramas para seu projeto:

https://demo.bpmn.io/


Estou usando e recomendo

terça-feira, 26 de março de 2019

Matéria sobre o Clube B2B - Finalista do prêmio Abcomm

Número de startups dobra em 5 anos no Brasil. Mercado de bikes pega carona nessa expansão
A necessidade de surpreender o público-alvo para vencer a concorrência e a instabilidade econômica tem favorecido o surgimento de startups (empresas com foco na inovação tecnológica). De 2012 a 2017, essa modalidade de negócio apresentou um crescimento de 104%, com a entrada de mais 2628 startups no Brasil.
Os dados são da Associação Brasileira de Startups (ABStartups) que estima a presença de aproximadamente 6 mil empresas desse tipo no País. A inovação abrange diversas modalidades de negócio e está pegando carona no mercado de bikes.
Uma boa prova é o ClubeB2B (marketplace voltado exclusivamente ao mercado de bicicletas B2B, vendendo para lojistas). Pioneira no Brasil, a iniciativa propicia aos empresários cadastrados assinar um plano para obter benefícios, como um desconto de 10% na tabela para todos os produtos.
Finalista
Os bons resultados fizeram com que o ClubeB2B seja um dos finalistas do Prêmio ABCom de Inovação Digital, na categoria Startup do Ano. “Essa indicação é importante para mostrar que um projeto de inovação B2B está sendo reconhecido. Hoje temos vários marketplaces B2C, mas B2B é um dos pioneiros para o mercado de bikes”, destacou Arthur Bonora, responsável pelo projeto do ClubeB2B.
Criada em janeiro de 2018, a startup nasceu a partir de uma desvinculação do braço digital da empresa Julio Andó. A prioridade é atender lojistas de bicicletas de todo o Brasil. O Clube B2B também disponibiliza diversos acessórios para as bikes, o que ajuda bastante os empresários do setor.
Somos a primeira é a única plataforma B2B marketplace para bikes, em que os lojistas encontram diversos fornecedores com as melhores condições de preço e pagamento. Essa comodidade é um fator que têm contribuído para conquistarmos uma posição de prestígio no mercado”, enfatizou Arthur Bonora. 

 
Futuro
A principal meta a médio e longo prazo do Clube B2B é conquistar um maior número de clientes. Para isso, o trabalho está concentrado na expansão do portfólio de fornecedores, pois a diversidade de produtos é um dos aspectos que chama a atenção do público-alvo.
Hoje, as bikes são usadas não apenas para passeio no final de semana ou para investir nos esportes radicais. Elas se tornaram uma alternativa interessante de transporte para fugir dos engarrafamentos. Muitas cidades brasileiras estão investindo nas ciclovias, buscando incentivar o uso das bicicletas.
Esse cenário tem favorecido o Clube B2B que trabalha com a inovação e a sustentabilidade, elementos essenciais para cativar os consumidores. “Também valorizamos bastante a honestidade, a assertividade, a transparência, o respeito e o valor a vida. Por isso, estamos crescendo de maneira significativa”, afirmou Arthur Bonora.
Mais informações sobre as ações desenvolvidas pela startup estão no site www.clubeb2b.com.br.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2019

Feliz Ano Novo


Voltando das férias e iniciando os trabalhos, muitos projetos estão por vir, agradeço a Deus pelas oportunidades e que tenhamos um 2019 e os próximos anos cheios de felicidades.

Mais Amor





domingo, 9 de dezembro de 2018

Conheça o HiperTráfego!

Já conhece o hiper tráfego?



Com ele você compra tráfego de forma simples, rápido e fácil para seu site, blog ou link social.
Vale a pena para você que deseja incrementar o tráfego do seu site, evidentemente as visitas embora sejam reais, não são segmentadas, são oriundas de auto-surfs e sistemas de exchange de tráfego do mundo todo.

Acesse já: https://hipertrafego.com.br/


segunda-feira, 9 de julho de 2018

O que vi no Vale do Silício!

No início de junho, passei uma semana imerso no vale do silício, para entre tantas outras coisas, principalmente aprender o que faz daquela região do mundo, o berço da inovação.
A expectativa inicial era ver muita tecnologia inovadora, coisas que transformarão o mundo nos próximos anos, embora há muita coisa bacana para ser compartilhada, devo confessar que as tecnologias em si não foram os principais aprendizados, mas a cultura que cerca todo o ambiente. A população do Vale tem mais de 50% de imigrantes, gente de todo mundo, a diversidade faz com que a região seja a mais inovadora, de lá são criados produtos globais, e produtos globais precisam ser construídos por gente do mundo todo.
A bandeira da diversidade é exposta nas empresas, essa questão é muito valorizada. A ponto de empresas como a Nvidia ter um restaurante indiano e chinês como opção para seus funcionários.
E muito além da diversidade, há presença forte de alguns quesitos fundamentais no dia a dia, como:

Objetividade
Dizer o que precisa ser dito, não levar assuntos para o lado pessoal, as coisas são tratadas sempre como negócios, porque são negócios.

Pensar fora da caixa
Não só os empreendedores, mas a região em geral não se conforma com as 'mesmices', buscam sempre fazer algo novo para chegar a resultados diferentes.

Faça, sua ideia não vale nada
Um aprendizado muito importante, é de que não adianta ter uma ideia se você não a executa, a execução é o que conta e não a ideia.

Humildade
Saber que de uma forma ou de outra você precisará do outro, e que sozinho não se chega a lugar nenhum, esse é praticamente um mantra do Vale do Silício.

Com relação a tecnologia, pretendo elaborar um outro post.

O que é fundamental sabermos, é que a tecnologia não vai mudar o mundo, ela já está o transformando.


Quando falamos de transformações e revoluções, pensamos logo no protecionismo que o país pode ter para com seus mercados tradicionais, um bom exemplo é o carro elétrico, como fica a indústria e toda a cadeia do petróleo. Para isso é usado uma celebre frase: A tecnologia não pede passagem, ela pede desculpas.

sexta-feira, 18 de maio de 2018

Registro de ideia: Rango compartilhado

Apenas para registrar a ideia, pensei em criar um aplicativo ao melhor estilo uber, porém seria um aplicativo de compartilhamento de comida.

Ao contrário de apps como o Ifood, este aplicativo permitiria qualquer pessoa em sua casa vender comida, seja por delivery ou mesmo para retira, o conceito seria fazer um pouco mais de almoço ou janta e oferecer no aplicativo.

O ganho do aplicativo seria sobre comissão, assim como em seus pares.

Desenhar fluxogramas

Pessoal, segue dica de uma ferramenta on-line, simples e fácil para desenhar fluxogramas e diagramas para seu projeto: https://demo.bpmn.i...