sexta-feira, 12 de maio de 2017

Como a loja virtual sabe meu e-mail?


Uma prática que está sendo difundida entre o mercado de e-commerce, que ao meu ver possui ética questionável, é o envio de e-mail ao visitante da loja, sem que este tenha autorizado, e principalmente nem tenha colocado seu e-mail em lugar algum do site.

Ou seja, o usuário visita a loja para ver algum produto e, logo em seguida recebe um e-mail desta loja com perguntas do tipo: porque saiu? volta? etc...
Dá até pra assustar esse usuário: "Mas como descobriram meu email?", "estão me vigiando?".



Faço uma analogia com uma loja física: Imagine você entrar em uma loja para dar uma "olhadinha" e não perguntarem seu nome, mas de repente aparece na porta de sua casa um vendedor daquela loja te oferecendo os produtos, é isso que está acontecendo. 

E como isso é feito?

As empresas de recuperação de carrinho abandonados, possuem seus sistemas instalados em várias lojas virtuais, consequentemente imagine que um usuário fez uma compra em uma determinada loja e inseriu seus dados, ou mesmo colocou seu email para receber notícias daquela loja no campo de newsletter. Ao coletar este e-mail aquela empresa possui seu sistema rodando em diversas outras lojas também,  e usa um simples cookie no navegador do visitante que indica qual é o cliente, e ao coincidir com um email da base é realizado a ação de envio.


Você que é lojista e desconhece esta prática, leia sempre os contratos e cuidados com as tags iknseridas em seu site, elas são mais poderosas do que imagina.

O tamanho da base da empresa fornecedora desta tecnologia é até argumento de vendas, nomeado como pool de e-mails.

Apenas para esclarecer, o email de carrinho abandonado em si, que é enviado quando você deixa um produto no carrinho da loja e inseriu seus dados de contato, não tem problema, pois trata-se de um lembrete.


Postar um comentário