terça-feira, 20 de maio de 2014

A nova bolha do ecommerce

Trabalho a 5 anos como gerente de ecommerce e tenho buscado solidificar
desde então a operação a qual gerencio, acredito que estamos no caminho,
mas gostaria de comentar um pouco aqui no blog sobre o momento que vive
o ecommerce no Brasil e prevendo inclusive de certa forma uma nova
bolha, porém agora aqui e não nos EUA como foi em 2000.
Isso porque os profissionais do comércio eletrônico tem a mania de achar
que nosso mercado é um mercado de outro planeta, sendo que na verdade
trata-se de um varejo normal, como a loja que tem ai na esquina, ou as
presentes nos grandes shoppings, mas a mania de querer parecer coisa de
outro mundo continua. Hoje em dia a internet faz parte do dia a dia da
maioria das pessoas economicamente ativas e concorremos inclusive com as
lojas físicas, dito isso andei lendo a respeito dos grandes
investimentos em empresas como a Dafiti, Netshoes, que já possuem seu
DNA no ecommerce (não se originaram no mercado tradicional como Magazine
Luiza, Americanas, Casa Bahia, etc), mas um DNA com células no vermelho,
conforme li sobre, ainda não apresentaram lucros de fato, mas receberam
grandes aportes de investimentos, e é ai que está a formação da bolha,
(no caso da Netshoes eu até agradeço, pois compro meu tênis por R$ 99,00
com frete grátis), só para salientar nenhuma das duas atuam no nicho de
produtos que eu trabalho, ou seja não são concorrentes diretas, ocorre
que a estratégia dessas grandes empresas é crescer a todo custo e
dominando share de mercado, mas quando várias empresas utilizam a mesma
estratégia a bolha cresce e uma hora pode estourar, pois fico pensando
no momento de lucrar será que um produto que compro hoje a R$ 99,00 com
frete grátis, aceitarei pagar R$ 140,00 ou R$ 150,00? é uma coisa a se
pensar.


abraços


PS. citei essas duas empresas por serem nomes mais evidentes, mas este é
o cenário do ecommerce
Postar um comentário