terça-feira, 7 de outubro de 2008

A web esta saindo do desktop e laptop.

Ainda é cedo mas ja podemos observar as diferentes tecnologias que suportam a web, como os celulares 3G, tv digital (HDTV) e outros. o celular é que mostra com mais facilidade a forma como a web sairá dos computadores convecionais que conhecemos hoje, claro que não totalmente pois tudo fará parte da grande rede e os pc´s continuarão a ter seu lugar ao sol.

Mantendo uma previsão futurista a web estará em diversos locais e acessível a todos, no ônibus, na tv, na geladeira, no microondas e por ai vai. E quem trabalha com o mercado on-line ja deve se antecipar as novas formas de atuar no mercado, hoje um consumidor de uma tv a cabo ja loca um filme pelo controle remoto, amanhã estará comprando um eletrodoméstico pelo controle em um canal de e-commerce que hoje ainda necessita do contato via telefone, ou ainda sendo mais otimista e passando algumas teorias que escuto e acredito: A dona de casa estará lá tranquila vendo uma novela, quando de repente aparece aquela atriz com um brinco "lindo de morrer", a dona de casa fica possuída pelo desejo de compra e clica no controle remoto comprando aquele brinco que a atriz ta usando confirmando a compra através de uma janelinha que abre no canto inferior direito da tela, e logo estará recebendo em casa, pois o valor ja foi debitado de seu cartão de crédito que previamente ja havia cadastrado junto ao site oficial do canal correspondente. Um fato desse tipo não está longe e é só um dos recursos que vêm por ai com a tv digital. E nós profissionais do mercado on-line, seja da área comercial ou tecnologica temos que estar atentos a uma nova demanda que esta surgindo.

Consegue imaginar sua geladeria enviando ao seu celular a lista de ítens que falta para que você passe no mercado? é possível através de uma programação prévia.

Os limites da web ainda não conhecemos apenas vemos a web 2.0 e ja achamos o máximo, mas digo que a web 2.0 e suas formas de usabilidade, navegação, comércio, etc... ficará bem ultrapassado quando a web definitivamente resolver se desprender somente dos desktops e laptops.
Postar um comentário